A dificuldade de manter o estilo Vintage e Retrô no Brasil

Blog do Baú Víntage

A dificuldade de manter o estilo Vintage e Retrô no Brasil

Sempre que um ano começa algumas das promessas que muitas pessoas fazem é ficarem mais bonitas, cuidarem mais de si, fazerem dieta, praticar esportes, enfim, muitas promessas que nem sempre cumprimos. Para quem deseja focar ainda mais no estilo vintage e retrô vou iniciar o ano com esse post falando sobre a dificuldade de manter o estilo no Brasil e o que podemos fazer para diminuir essa dificuldade.

Quando trata-se de qualquer subcultura, seja ela vintage, retrôpunkgótica entre outras, sabemos que é difícil encontrar roupas que compõe esses estilos.

No Brasil, a dificuldade torna-se ainda maior. Por ser uma cultura mais segmentada, tendo um público menor em comparação com o público de massa, as lojas preferem não investir nesse ramo e optam por criarem lojas mais do mesmo, assim atingem mais pessoas e conseguem vender mais. A procura é menor e menos pessoas querem investir em lojas com esse perfil e desse modo começa o ciclo de não encontrar os produtos tão desejados e que amamos.

Mais do que estilo o fator principal ainda é a cultura. Esse é um assunto que ainda não é tão disseminado no Brasil fazendo com que menos pessoas desconhecem sua existência e aquelas que conhecem e tentam manter o estilo muitas vezes sofrem preconceito por pessoas que acham que a mesma está "fantasiada".

Cinthia Isabel Alves | Vestido Myboy Dean | Foto by Guto Almeida

 

A roupa pode não ser o item mais difícil de se encontrar, mas nem sempre encontramos os modelos que realmente queremos com a modelagem ou estampa que sonhamos. A maioria de nossas inspirações são estrangeiras, sejam modelos ou blogueiras, o que acaba aumentando nossa dificuldade em encontrar os produtos que elas expõem, já que as fontes delas geralmente são outras. Além disso, sabemos que em lugares como Europa e Estados Unidos, por exemplo, as coisas são mais baratas. Roupas da moda ou mais básicas para o dia a dia podem ser encontradas em diversas qualidades, diversidade e preço justo, logo, mais fácil de ser adquiridas por elas.

No Brasil não encontramos modelos tão legais em fast-fashion por exemplo. Apesar de algumas marcas terem criado coleções retrô como a C&A por exemplo, ainda é algo muito limitado e que nem sempre reflete o que realmente é a cultura, mas o que eles pensam ou querem que sejam. Isso atrelado ao fator mídia que determina o que deve ou não estar na moda. E ainda têm aqueles que também não querem que mais pessoas tenham conhecimento sobre o assunto, por achar que deve se manter algo único e exclusivo.

Importar produtos acaba saindo um tanto caro também já que além de pagar o preço do produto, ainda tem diversas taxas de importação, apesar de site como eBay ser possível encontrar coisas mais em conta.

Miss Gennie | Foto by Juliana Robin

Outra coisa importante e que influencia muito é o clima. Apesar de acharmos lindas e elegantíssimas aquelas mulheres com lindos casacos, sabemos que é difícil usá-los no Brasil. Além do inverno brasileiro não se comparar ao europeu, na Europa esses casacos podem ser encontrados por ótimos preços e em ótimo estados em brechós. O que nem sempre é possível no Brasil. No verão podemos caprichar nos vestidos, mas maquiagem fica quase impossível já que ela sempre derrete.

 

ENTÃO, O QUE FAZER?

Quando nos referimos ao estilo vintage ou retrô existem algumas coisas essenciais que compõe o visual, entre eles: Roupas, Sapatos, Acessórios, Maquiagem e Cabelo. 

 

ROUPAS:

Esse item talvez seja o que tenha mais possibilidades:

Lojas Nacionais: Estão surgindo muitas lojas com fabricação nacional no Brasil (veja algumas no Guia de Compras Vintage e Retrô). O ideal é ficar de olho nessas lojas que sempre estão com modelos com inspiração retrô e mais fíel, como a Vestidos Lucy JonesMyboy Dean e a Vicentina por exemplo.

Coleção Verão 2014 da Vicentina | Foto by Ana Bandarra

Lojas Nacionais com Produtos Importados: Para quem ainda tem medo de comprar online e prefere experimentar o produto antes de usar a dica é visitar lojas que vendem produtos importados. Apesar de algumas pessoas acharem caro, devemos lembrar que o produto é importado, o que automaticamente faz o preço dele ser um pouco mais elevado. Em lojas como a Sweet Store, Top Cat e a Upsy é possível encontrar modelos como Bettie Page Clothing e Sourpuss.

Modelo Upsy

Brechó: Brechó é uma outra opção para quem quer encontrar roupas mais originais e muitas vezes de época. Existem muitos brechós online com ótimos modelos com preços mais acessíveis como a Tatileine Brechó e a Amantes de Brechó. Muitas pessoas ainda dizem que existem brechós com produtos que custam o mesmo valor que uma roupa nova, por isso o ideal é sempre pesquisar bastante.

Regiane da VCK com um vestido da Tatileine Brechó

Mandar fazer: Se você não tem habilidade para costurar o ideal é pedir para aquela amiga costureira fazer. Além de fazer o modelo do jeito que você quer com as suas medidas muitas vezes sai mais em conta e você pode ter até modelo exclusivo dependendo da sua criatividade.

Vestido Código da Moda

Faça você mesmo: O contrário também pode acontecer, se você é boa na costura aproveita para criar lindas peças criativas. Se suas amigas gostarem você pode até acabar fazendo para elas também. Quem sabe não começa aí uma oportunidade de negócio.

Editorial de moda Cherry Pie

SAPATOS

Sapato é o item mais difícil de se encontrar sendo de época. Esse é um produto que gasta muito rápido, então, tem que acabar optando por comprar modelos mais modernos mesmo, mas tente buscar modelos que remetam ao retrô. Oxford, anabela e creeper são alguns dos modelos. Algumas marcas já estão focando em sapatos mais retrôs como a marca brasileira ZPZ Shoesa inglesa Miss L Fire e a suéca Swedish Hasbeens.

Coleção ZPZ Shoes

ACESSÓRIOS

Cintos, brincos, colares, bolsas, óculos. Muitos acessórios podem deixar o estilo ainda mais completo. Se você está com um estilo náutico, opte por brincos ou colares de âncoras por exemplo. Se prefere um estilo mais românticos, acessórios com detalhes de cupcake são um amor. Procure encontrar lojas mais alternativas para encontrar esse tipo de acessório como a Querida Srta. E bolsas claro, não podemos esquecer da Juliana Lourenço e também aVanilla and Pepper.

Coleção Candy Color Bolsas Juliana Lourenço

 

MAQUIAGEM

Atualmente não é difícil encontrar maquiagens, pelo contrário, temos de diversos tipos, para todas as peles e todos os gostos. O foco aqui não é pelo tipo de maquiagem, mas como ela será aplicada na pele. Existe aquela maquiagem mais tradicional com batom vermelho e olho de gatinho. Mas se você é mais adepta aos anos 20 por exemplo é só fazer uma maquiagem mais carregada ou se prefere os anos 60 trabalhar mais nos cílios como a Twiggy.

Maquiagem da expert Bruna Carolina do blog Meu Sonho Vintage

 

CABELO

Esse provavelmente é o item que as garotas mais tem dificuldade em fazer. Existem diversos penteados com inspirações retrôs. TopeteVictoria RollsPin Curls entre outros. Para facilitar podemos optar pelos acessórios de cabelo como floresbandanas e turbantes. Mas para quem quer caprichar mesmo o negócio é se dedicar. Assistir muitos tutoriais no Youtube e praticar sempre.

Helô Piercer da página Vintage Hairstyle by Helô Piercer

TEM MAIS:

Mesmo com toda essa dificuldade não podemos deixar de reconhecer que o estilo tem crescido no Brasil e que está cada vez mais fácil encontrar produtos que nos agrade em comparação há 5 anos atrás por exemplo. E se na sua cidade é mais difícil ainda de encontrar lojas desse ramo, aproveite as facilidades da internet com lojas online.

 

Em relação ao estilo, não tenha medo do que os outros vão falar. Ponha uma roupa em que você se sinta bem e que sinta que você realmente é aquilo.

Se você pretende criar uma loja nesse segmento não tenha medo de investir, apenas faça uma boa pesquisa antes e um ótimo planejamento. Lembrando que empresas falem antes dos 5 anos de vida por uma má administração. O mercado está crescendo e quanto maior a procura maior suas chances de dar certo.

Ainda é importante ficar atenta a marcas que põe a palavra "retrô" no nome, muitas vezes vemos os produtos e o mesmo não têm nada de retrô.

Inspire-se. A internet é um grande auxiliador. Antigamente era preciso pesquisar muito em revistas e livros. Agora temos a facilidade da internet. Devemos procurar sempre as fontes certas, pesquisar não só imagens, mas fatos e contextos históricos para melhor compreensão. Afinal, o retrô não é só visual é estilo de vida.

 

Fabi Cherry by Edu Costa

 

Para finalizar gostaria de destacar que:

- Não fui paga para falar de nenhuma marca, apenas cito aquelas que me identifico porque acredito que tenha a ver com o conteúdo do blog;

- No post tentei usar apenas imagem de "pin-ups brasileiras" para vermos como é possível manter o estilo aqui e ver que inspiração brasileira também é possível.

- O post também teve como embasamento uma pesquisa rápida que foi feita na página do blog aqui. Gostaria de agradecer os comentários das leitoras e dizer que foi essencial para fazer o post.

Agora responda: "Para você, por que é difícil manter o estilo vintage e retrô no Brasil?". Comente no blog.

 

*Dica! O Portal Baú Vintage chegou para ajudá-la na missão de encontrar todos os artigos que você precisa para manter seu estilo vintage e retrô! Em nosso portal você encontra vestuário, acessórios e até mesmo itens para casa e decoração! Conheça já o Baú Vintage! www.bauvintage.com.br

Daise Alves blo...